As múltiplas facetas de Gerrald Tarrant. Essa é o foco narrativo e o elemento que dá unidade para a trilogia Coldfire, um clássico da fantasia sombria (literatura de fantasia misturada com temas da literatura de horror). O grande feito de C.S. Friedman está em ter criado Gerrald Tarrant, o feiticeiro-cientista-vampiro-encarnação-do-mal em torno de quem as narrativas se convergem.

when true night falls cover

O Neoconde é um personagem fantástico. Misterioso e imprevisível, sociopata e pragmático , suas ações ambíguas e amorais buscam salvar o mundo de um mal muito pior do que ele próprio. É um dos elementos narrativos que mais gosto, o mal contra o mal! Uma das partes mais interessantes de “When True Night Falls” é como o Neoconde sofre tentações, seguindo uma estrutura inspirada na Bíblia, com a moralidade totalmente invertida. Uma versão sombria da tradicional tentação messiânica.

A narrativa nesse livro se passa em um novo continente, onde o padre Damien Vryce continua com sua aliança perigosa com o Neoconde Tarrant. Eles saem em busca do que está por tras dos acontecimentos do primeiro livro da trilogia.

Gostei mais do ritmo desse livro do que do primeiro. A narrativa é bem ágil mesmo para o tamanho do livro (617 páginas), e apesar de ter a mesma estrutura do primeiro, senti uma evolução no estilo da autora. A escrita está muito mais direta e eficiente.

A mistura de fantasia com ficção científica continua na saga, com novos elementos de sociologia e política. O mundo de Erma ganha novos contornos e, apesar de grande parte da história ser narrada no ponto de vista do padre Damien, que teima em separar tudo entre bem e mal, as decisões dos personagens são feitas dentro de um visão mais realista e amoral da realidade.

Gostei muito dos novos personagens, incluindo uma criança. A autora narra com sucesso vários acontecimentos do ponto de vista de uma criança, brilhando ao mostrar seus processos mentais e emocionais. É um desafio para qualquer escritor, e gostei de ver ser bem executado em um romance de fantasia.

O livro não é tão fechado quando o primeiro e termina com vários ganchos para o último livro da trilogia, mas felizmente com a resolução do problema principal da história. Os temas de horror estão mais acentuados nesse livro, com cenas bem assustadoras. Estejam avisados!

Recomendo o livro principalmente para aqueles que curtem narrativas de busca e jornada. C.S. Friedman chama a atenção no modo como coloca elementos originais nesse tipo de história, focando na vida interna dos personagens e em suas peculiaridades. O segredo da trilogia Coldfire está no modo como a jornada afeta o mundo interno dos protagonistas e como o mundo interno dos protagonistas afeta o modo como seguem na jornada.

E agora vamos para o último livro da saga, Crown of Shadows!

When True Night Falls – Amazon

http://www.amazon.com/When-Night-Falls-Coldfire-Trilogy/dp/0886776155

Anúncios